ANGELIM-VERMELHO

 In Espécies de madeira, Serrada EM BRUTO

ANGELIM-VERMELHO

Dinizia excelsa Ducke
Nomes Comuns:
angelim, angelim-falso, angelim-ferro, angelim-pedra, angelim-pedra-verdadeiro, faveira-carvão, faveira-dura, faveira-ferro e faveira-grande.
Características gerais:
Cerne e alburno pouco distintos pela cor, cerne castanho-avermelhado; brilho moderado; cheiro desagradável e gosto imperceptível; densidade alta; dura ao corte; grã direita a irregular; textura média a grossa; superfície pouco lustrosa.
Durabilidade e Tratamento:
Durabilidade natural: o cerne apresenta alta resistência ao ataque de organismos xilófagos (fungos e insetos). Em ensaios de campo com estacas, esta madeira foi considerada altamente durável com vida média maior que oito anos.
Tratabilidade: impermeável às soluções preservativas. O cerne não é tratável com creosoto (óleo solúvel) e nem com CCA (hidrossolúvel), mesmo em processo sob pressão.
Características de Processamento:
Trabalhabilidade: a madeira de angelim-vermelho é difícil de ser trabalhada, mas recebe bom acabamento. A madeira é fácil de tornear com bom acabamento e na furação apresenta desempenho regular.
Secagem: rápida em programas mais severos. Apresenta tendência moderada ao torcimento e leve ao colapso; seca relativamente bem ao ar.
Propriedades Físicas

Densidade de massa – Aparente a 15% de umidade: 1090 kg/m3 / Básica: 830 kg/m3
Contração – Radial: 4,2% / Tangencial: 6,6% / Volumétrica: 14,6%

Usos

Construção civil

• Pesada interna: vigas, caibros
• Leve externa: pontaletes, andaimes
• Leve interna, esquadrias: portas, venezianas, caixilhos
• Leve interna, decorativa: forros, lambris
• Leve interna, estrutural: partes secundárias de estruturas, ripas
• Uso temporário: fôrmas para concreto

Mobiliário
• Utilidade geral: móveis estândar

Outros usos:
• Cabos para cutelaria
• Lâminas decorativas

Recent Posts
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Start typing and press Enter to search